Simbologias e Significados

Nikola Tesla | O segredo espiritual por trás do pombo branco

Sempre vestido de forma impecável, Nikola Tesla podia ser encontrado ocasionalmente de pé no Bryant Park em Nova York com os braços estendidos coberto de pombos enquanto os alimentava. Porém, havia um pássaro que visitava Tesla todos os dias e ele acreditava que esse vínculo era inquebrável e estava convencido de que eles se comunicavam.

Os nativos americanos tradicionais consideram os pássaros os seus aliados há pelo menos dez mil anos. Os pássaros sempre foram os mensageiros tradicionais do mundo espiritual. Voar livre no espaço celeste e de volta à terra é uma imagem do seu gesto entrelaçado entre este mundo e as outras dimensões. Os nativos americanos acreditam que a principal função das aves dentro das práticas espirituais é vir como mensageiras em resposta à oração e as orações podem fazer com que pássaros vivos se manifestem como expressões de poderes superiores e forças cósmicas.

A pomba tem uma tremenda riqueza de lendas ao redor dela. A maior parte gira em torno de todos os símbolos femininos e maternos tradicionais. Na tradição grega, Afrodite nasceu de um ovo oriundo de uma pomba. Os oráculos de dodona que Alexandre procurava, eram fundados por uma pomba e para os eslavos, o maior grupo étnico na Europa que habita o leste da Europa Central, a Europa oriental e o sudeste da Europa, a alma humana se torna uma pomba após a morte.

Para o alquimista, o pombo branco era um símbolo de sublimação, que em latin sublimis significa se elevar acima de um limiar. O alquimista, ao observar o vôo dos pássaros, reconheceu neles uma imagem da alma humana em desenvolvimento espiritual. Assim, as aves na alquimia refletem as experiências internas da alquimia da alma, a subida da alma livre do corpo ligado à terra e dos sentidos físicos.

A alma, a centelha divina que é a nossa verdadeira natureza, é uma “unidade da consciência” que encarna no plano físico em uma forma tríplice (corpo, emoções e mente), a fim de aprender através da experiência no plano material.

Quando o coração se abre e começa a sentir as dimensões mais sutis da vida, um processo alquímico misterioso é posto em movimento pelo qual o eu inferior ou persona se torna gradualmente consciente de sua contraparte superior, o Eu divino (também chamado de alma espiritual), que existe em um plano mais sutil da existência, levando ao nascimento de um buscador de luz e à abertura do caminho da transformação.

Leitura:

– John J. O’Neill (1944). Prodigal Genius: The Life of Nikola Tesla, Angriff Press.

-Fred Korotkin (1957). Nikola Tesla’s Missing Pigeon.

-Fred Alan Wolf (1992). The Eagle’s Quest: A Physicist Finds the Scientific Truth at the Heart of the Shamanic World

-Ted Andrews (1993). Animal Speak: the spiritual & magical powers of creatures great and small. Llewellyn Publications.

-Gregg Braden (2008). The Divine Matrix: Bridging Time, Space, Miracles, and Belief. Hay House Inc.

-Adrian Holland (2011). Spirit of the Shaman – Connecting with your Spirit Guides. Amazola Publishing; First edition

© 2019 Poder do Eu Superior. Aviso de direitos autorais: este conteúdo está protegido por leis de direitos autorais e outras leis de propriedade intelectual. Você não pode reproduzir, republicar, executar, vender ou usar o conteúdo contido nesta postagem sem autorização expressa por escrito.