Simbologias e Significados

A cabala mística | a árvore da vida e a criação do universo

Na cabala, a formação do universo, da energia espiritual pura para a matéria física, é distinguida como 10 estágios diferentes. Segundo os textos cabalísticos, a energia surgiu do nada e se densificou através de nove estágios da manifestação, até que que essas energias se manifestassem na matéria física. O universo físico foi o décimo e último estágio e cada estágio veio do que estava antes e deu à luz tudo o que se seguiu. Essa interconexão é apresentada como um processo contínuo de criação recíproca, baseado na participação do ser humano no ato divino da criação.  A árvore da vida representa esse processo e fornece uma visão microcósmica e macrocósmica do universo. Nesse conceito, as forças e fatores que compõem o universo manifestado em todos os níveis também estão presentes na natureza de todos nós. Esses estágios da manifestação não são verdadeiramente separados e distintos, mas simplesmente aspectos diferentes da mesma energia universal. De acordo com os cabalístas, esses estágios podem ser vistos como deferentes níveis da consciência e assim, do ponto de vista cabalístico, a criação é um processo contínuo que serve à descida e ascensão da consciência para participar da auto-experiência do divino e da sua evolução criativa contínua, ou seja, para Deus experimentar a si mesmo.

Leitura:

Amoroso, R. L. (1993). A Comparative Study of 10(11) D Superstring Theory And The 10(11) Sefirot in the Tree of Life Metaphor of the Hebrew Kabbalah.

Schmidt, J. B. (2007). System Theory and Mystical Kabbalah. School of Human and Organization Development

Ted Andrews (2003). Simplified Qabala Magic. Llewellyn Publications.

Ted Andrews (2010). Pathworking: A Qabala Guide to Empowerment and Initiation. Dragonhawk Publishing.

© 2020 Poder do Eu Superior