Magia e Espiritualidade

Guias espirituais | os animais de poder

O paradigma científico clássico vê a natureza como uma máquina com partes separadas em interação. Porém, nos tempos antigos, a humanidade se via como parte da natureza. Toda sociedade antiga ensinava que o divino podia falar com os seres humanos através da natureza e essas mensagens divinas não se limitam apenas às da nossa espécie. A natureza fala conosco constantemente através das suas formas e expressões variadas de vida animal, comunicando-nos sobre o mundo e a nossa vida. Xamãs, mágicos, curandeiros, visionários e místicos acreditam que o mundo material é paralelo ao mundo não-físico e na cosmologia xamânica, todo ser humano tem espíritos auxiliares, o mais importante deles é o totem animal; espíritos animais que residem com cada indivíduo aumentando o seu poder. Para os xamãs, o pensamento ou o espírito é e sempre esteve vivo e em movimento. Segundo o xamanismo, os guias espirituais e os nossos ancestrais costumam usar animais ou imagens de animais para comunicar os seus propósitos e para nos ajudar a entender o papel que esse guia desempenhará em nossa vida. Os animais ou as plantas são mais adequados para levar certos conhecimentos e ao estudar um totem animal, isso revela o tipo de remédio, magia e poder que pode ajudá-lo a desenvolver dentro da sua própria vida.

Leitura:

Ted Andrews (2002). Animal-Speak: The Spiritual & Magical Powers of Creatures Great & Small.

Carl Jung (2002). The Earth Has a Soul: C.G. Jung on Nature, Technology & Modern Life. North Atlantic Books.

Manly Palmer Hall (2003). The Secret Teachings of All Ages. TarcherPerigee.

Ted Andrews (2009). Animal-wise: Understanding the Language of Animal Messengers and Companions.

Skye Alexander (2013). The secret power of spirt animals. Adamsmedia.

Hiiemäe, R. (2019). Belief Narratives of Spirit-Animals: A Case Study on Estonian Contemporary Folklore. Estonian Literary Museum, Estonia.

© 2020 Poder do Eu Superior